Por que é tão difícil para você saber o que ama fazer?

ENJOY! • Fevereiro de 2019

O que você faria hoje se fosse mudar de carreira?

Qual seria sua nova atividade, aquela que desperta imenso prazer em realizar todos os dias?

Essa é a grande pergunta a ser respondida por todos aqueles que se sentem insatisfeitos com a vida profissional atual. E poucos conseguem responder. A maioria das pessoas não sabe dizer o que realmente a faria feliz. E por não conseguir visualizar para si mesmo outras possibilidades, acaba se rendendo a uma vida profissional insatisfatória.

Em outros casos, para contornar a frustração de acreditar que está condenado à eterna infelicidade, outros se colocam em uma eterna busca sem nunca chegar a algum lugar.

Mas por que é tão difícil responder a essa pergunta?

Existe de fato uma resposta para todos aqueles que fazem esse questionamento para si mesmos? Ou essa sorte está reservada para poucos?

Sim, a resposta existe sim, para todos, e dentro de cada um.

Então, por que é tão difícil encontrar essa resposta?

O que acontece é que, ao longo de nossa vida, vamos nos afastando dessa resposta à medida que vamos criando uma série de verdades sobre tudo na vida (como a vida tem que ser, o que é trabalho e como tem que ser, certo e errado, o que é sucesso, possível e impossível, etc). São padrões mentais que herdamos daqueles que nos rodeiam, da sociedade em que vivemos, além de outros que são criados por nós mesmos, com base na forma que interpretamos cada uma das experiências de nossas vidas.

Todos esses padrões se erguem em nossa mente como uma grande barreira nos afastando de informações preciosas a nosso próprio respeito, informações que estavam mais acessíveis na infância, época em que tínhamos poucos padrões estabelecidos na mente.

Com isso, crescemos sabendo muito pouco sobre nós mesmos. E isso é muito comum já que vivemos em uma sociedade onde o autoconhecimento não faz parte da educação familiar e nem escolar. O que a grande maioria sabe sobre si mesma é o superficial, e muitas vezes se engana até mesmo sobre o mais superficial.

Também não somos ensinados a entender e usar os sinais que nosso próprio corpo emite em cada experiência que estamos vivendo. Não conhecemos o poder das emoções e toda a riqueza de informações que elas carregam. Em muitos casos, pessoas são inclusive ensinadas a reprimir suas emoções! Muitos fogem de sentimentos, quando deveriam fazer um exercício de autoconsciência com estes mesmos sentimentos para encontrar respostas indisponíveis na consciência.

A intuição também é fortemente desvalorizada na sociedade em que vivemos. Somos ensinados a usar a razão para tudo e ignorar completamente a intuição. Sabendo-se que cerca de 95% de toda a informação gravada sobre nós mesmos, sobre todas as experiências que vivemos, residem em nosso inconsciente (fora os processos que acontecem de forma inconsciente, como uma leitura corporal, um cálculo rápido de perigo, etc), ignorar intuição e sentimentos é dirigir toda uma vida com os rasos 5% de informação da consciência.

A sua resposta está, neste momento, encoberta por tudo isso.

Mas está tudo bem, nada está perdido!

Para que você consiga acessar suas respostas mais íntimas, é muito importante que comece a enxergar a sua barreira mental. E isso nada mais é do que trazer para a consciência todas essas idéias que acreditou ser verdade e que causam as limitações que vive atualmente e, ao compreender como elas se formam, você pode conscientemente criar novas e melhores verdades para te guiar. É ainda ter consciência dos sinais que são produzidos pelo seu próprio corpo e saber fazer a leitura adequada de cada um.

Ao compreender como sua mente trabalha, você está apto a fazer as devidas intervenções para liberar sua essência dessas barreiras criadas.

É como um mecânico: para que alguém possa ser um bom mecânico é necessário que tenha o maior conhecimento possível sobre como os carros funcionam. Só assim saberá fazer as intervenções corretas para que o carro funcione da forma que foi criado para funcionar.

Após esse novo olhar para sua própria mente, exercícios envolvendo meditação são excelentes para que você consiga acessar respostas às suas perguntas conectadas com tudo que se trata de sua essência. A meditação relaxa sua mente consciente abrindo espaço para que as respostas já existentes em sua mente subconsciente possam aflorar em forma de lembranças, idéias, insights.

Isso é parte justamente do trabalho realizado durante o Programa Enjoy!, especificamente voltado a te ajudar a encontrar a reposta sobre qual é a carreira perfeita para você.

Durante este processo, vou te guiar através de uma série de exercícios, em uma ordem lógica e eficiente para que consiga enxergar suas barreiras e encontrar sua reposta sobre qual é a atividade que conecta com você, de forma que acorde todos os dias motivado para mais um dia de trabalho (se é que você vai conseguir chamar isso de trabalho!).

Caso queira fazer parte deste mundo ENJOY!, agende o seu horário comigo clicando no botão abaixo e entrarei em contato para conhecer você e te apresentar este Programa.

Nos falamos!

AGENDAR HORÁRIO COM MARIANA DIAS
By | 2019-02-20T20:43:57+00:00 fevereiro, 2019|Reflexões|